Ataque em escola primária de Pequim deixa vinte crianças feridas

Pelo menos 20 crianças ficaram esta terça-feira feridas num ataque perpetrado por um homem numa escola primária em Pequim, informaram as autoridades chinesas, detalhando que nenhuma das vítimas corre risco de vida.

As autoridades do distrito de Xicheng informaram na sua conta oficial nas redes sociais que três das crianças se encontram gravemente feridas, mas não correm risco de vida e estão a receber tratamento hospitalar.

A mesma fonte detalhou que o suspeito foi preso no local e foi lançada uma investigação, mas não informou qual foi a arma utilizada.

A Escola Primária Afiliada No. 1 da Escola Normal de Xuanwu foi fundada em 1908, segundo o seu portal oficial. O estabelecimento tem 2.537 alunos e 199 professores.

Várias escolas na República Popular da China reforçaram a segurança, desde que, em 2010, quase vinte crianças foram mortas à porta das escolas, em ataques com faca.

Estes incidentes são normalmente protagonizados por pessoas com problemas psicológicos ou ressentimentos com a sociedade.

Em Abril passado, um homem armado com uma faca matou sete estudantes e feriu 19, quando os jovens regressavam a casa, no norte do país.

A lei chinesa proíbe rigorosamente a venda e posse de armas de fogo, pelo que os ataques são geralmente feitos com facas, explosivos de fabrico artesanal ou por atropelamento.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.