Governo gastou 77 milhões em apoios às indústrias culturais

O Governo de Macau concedeu, no ano passado, 77 milhões de patacas (8,34 milhões de euros) a 24 projectos e dois programas na área das indústrias culturais, um dos sectores em que tem apostado no âmbito da diversificação económica.

Em conferência de imprensa, representantes do Fundo das Indústrias Culturais (FIC) fizeram esta quarta-feira um balanço do apoio prestado em 2018 e anunciaram novos programas de apoio para o ano corrente.

Só no ano passado, o fundo – criado em 2013 – recebeu 59 candidaturas ao apoio financeiro para a criação de projectos nesta área, mas apenas menos de metade foram aprovados.

Aos 24 escolhidos foram concedidos cerca de seis milhões de euros: 1,3 milhões de euros na modalidade de subsídio a fundo perdido, e 4,8 milhões de euros na modalidade de empréstimo sem juros.

Os restantes fundos foram distribuídos por dois programas no âmbito da construção de marcas e da criatividade cultural nos bairros comunitários, com este último a ser relançado em 2019.

Já este ano, o Fundo das Indústrias Criativas anunciou que vai apoiar, pela primeira vez, uma empresa cultural e criativa na exploração de plataformas da indústria cinematográfica e televisiva, num valor máximo de seis milhões de patacas (650 mil euros). O apoio prevê, por exemplo, assistência na pós-produção e a participação em festivais de cinema.

Também sem precedentes é o programa de apoio a uma plataforma de serviços na área da publicação, no valor de cinco milhões de patacas (541,8 mil euros). A entidade escolhida deverá publicar 40 livros de artes, história e cultura de Macau no prazo de dois anos.

As candidaturas foram lançadas hoje e estão abertas até ao final de Janeiro. As empresas devem ser locais.

O Fundo das Indústrias Culturais foi criado em 2013 com o objectivo de apoiar financeiramente projectos que contribuam para o desenvolvimento das indústrias culturais de Macau, de modo a impulsionar o desenvolvimento diversificado adequado da economia local.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.