Jogo. Receitas dos casinos cresceram 14 por cento em 2018

A expansão das receitas do sector do jogo ficou a dever-se, sobretudo, ao desempenho do segmento VIP. Só no mês de Dezembro as concessionárias de jogo obtiveram receitas da ordem dos 26,468 mil milhões de patacas, mais 16,6 por cento do que em igual período do ano passado.

As receitas do sector do jogo em Macau em 2018 cresceram 14 por cento, para 302,846 mil milhões de patacas (32,796 mil milhões de euros), indicam dados oficiais divulgados esta terça-feira.

De acordo com os dados da Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ), nos 12 meses de 2017, as receitas dos casinos tinham atingido um total de 265,743 mil milhões de patacas.

Em Dezembro manteve-se a tendência positiva registada ao longo do ano, com os casinos a terminarem o mês com receitas de 26,468 mil milhões de patacas, mais 16,6 por cento relativamente ao período homólogo do ano passado.

Outubro foi o mês do ano onde se registou mais ganhos: 27,328 mil milhões de patacas, um amento de 2,6 por cento em relação ao mesmo mês do ano passado.

A indústria de jogo começou a recuperar em Agosto de 2016, altura em que terminou um ciclo de 26 meses consecutivos de quedas anuais homólogas das receitas.

As receitas dos casinos de Macau vinham a cair há três anos consecutivos: -3,3 por cento, em 2016, -34,3 por cento em 2015 e -2,6 por cento em 2014.

Macau, capital mundial do jogo, é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Operam no território seis concessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada por Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco, Wynn e MGM.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.