Pythagoras, a empresa de Pombal que vende jogos de tabuleiro para todo o mundo

Criado há pouco mais de seis anos, a editora de jogos de tabuleiro vendeu os direitos do jogo “Lusitânia” para que seja comercializado em Inglaterra, Espanha e nos Estados Unidos. Os jogos produzidos pela empresa também são comercializados em Macau.

A editora Pythagoras, com sede em Vermoil, Pombal, no distrito de Leiria, vai vender os direitos de um dos seus jogos de tabuleiro para ser comercializado em Inglaterra, Espanha e Estados Unidos, disse à agência Lusa o seu fundador.

A empresa, uma das editoras de jogos de tabuleiro existentes em Portugal, foi fundada por David Mendes, um professor que se encontrava numa situação precária em termos profissionais, mas que pretendia ensinar História de uma forma mais motivadora: “Um das razões que levou à criação da editora foi criar um conteúdo pedagógico. Além do jogo, há sempre uma parte explicativa da temática. Desde o ano passado, começámos a participar em feiras internacionais e estabelecemos contactos com vários países”, explicou David Mendes.

Os produtos despertaram o interesse de outras editoras e o administrador da empresa revelou que vendeu “o direito a determinadas editoras, que terão licenciamentos” para distribuir o jogo Lusitânia: “O Lusitânia tem um contexto histórico de quem foram os lusitanos. Ao ir para outros países, vai dar a conhecer um pouco da nossa história, o que é fundamental”, salientou.

Inglaterra, Espanha e Estados Unidos poderão agora vender este jogo de tabuleiro em “grande escala”, “deixando de fazer uma exportação em pequenas quantidades”: “Até agora, temos jogos traduzidos em inglês e espanhol e fazíamos distribuição em pequenas quantidades. Este é um passo um pouco mais à frente”, reforçou David Mendes.

A Pythagoras está também em negociações com mais outros dois países: Coreia e Espanha, mas “ainda não está nada fechado”.

Passaram seis anos desde a publicação do seu primeiro jogo, Quinto Império: “Não tinha sequer experiência no mercado. Nunca esperei que o Quinto Império chegasse à quarta edição. Além do trabalho das editoras portugueses há também um grande trabalho dos ‘boardgamers’, como o que existe em Leiria, que fazem uma divulgação dos jogos e têm contribuído para que o mercado tenha vindo a crescer”.

No seu portefólio, a empresa conta actualmente com nove jogos publicados em Portugal e dois no Brasil. Estão a ser desenvolvidos três projectos, que serão lançados em 2019. “Um deles será sobre as aldeias históricas, a lançar em Junho”, anunciou.

Em nota de imprensa, a editora informa que tem parceiros em Macau, Espanha e França, para onde também exporta. A Pythagoras “é a primeira e única editora de jogos, que o Plano Nacional de Leitura (LER+) recomenda”: “Queremos divertir e juntar as famílias e amigos à volta de um jogo, mas também divulgar a História e Cultura de Portugal por todo o Mundo”.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.