Ban Ki-moon pede a Kim Jong-un passos concretos para a desnuclearização

O ex-secretário-geral da ONU Ban Ki-moon pediu hoje ao líder norte-coreano Kim Jong un que dê passos concretos para a desnuclearização, e ganhe assim a confiança da comunidade internacional, para que as sanções a Pyongyang sejam suspensas.

Ban Ki-moon, ex-ministro dos Negócios Estrangeiros sul-coreano, disse que “chegou a hora” de alcançar a desnuclearização da Coreia do Norte, depois de quase um quarto de século de esforços frustrados, e que o mundo não deve perder esta oportunidade: “Gostaria de aconselhar o líder norte-coreano que o mundo está pronto” para ajudar o seu país, disse Ban Ki-moon à agência Associated Press, enumerando a Coreia do Sul, os EUA, a China, o Japão e a Rússia, como países centrais para essa resolução.

De acordo com o ex-secretário-geral da ONU, a desnuclearização é importante para um futuro melhor para as duas Coreias, incluindo a reconciliação e a reunificação: “Espero que esta seja a hora, por favor, não perca esta oportunidade”, apelou.

“A crise ainda continua por causa do desenvolvimento de materiais e programas nucleares, de mísseis e armas da Coreia do Norte. É a Coreia do Norte que deve agir claramente. Tenho a certeza de que não haverá razão para que o Conselho de Segurança das Nações Unidas continue a impor sanções à Coreia do Norte”, se esta parar com os programas nucleares disse, concluiu.

Os Estados Unidos pretendem continuar as sanções a Pyongyang, enquanto o regime não avançar no processo de desnuclearização e exigem que a Coreia do Norte tome medidas reais, enquanto o regime norte-coreano pede que um tratado de paz seja assinado antes para ajudar a garantir sua sobrevivência.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.