Nove anos depois, Macau volta a ser o destino em foco na Bolsa de Turismo de Lisboa

O anúncio foi ontem feito pela directora da maior feira de turismo de Lisboa, em Ponta Delgada, durante o Congresso da Associação Portuguesa de Viagens Turismo. Fátima Vila Maior diz que Macau é um “destino querido” para os operadores portugueses e recorda que a RAEM já foi o “território convidado” da BTL em 2010.

 

A Bolsa de Turismo de Lisboa – BTL escolheu Macau para ‘destino em foco ‘ da edição de 2019, anunciou a directora da maior feira de Turismo de Portugal, em Ponta Delgada.

“Macau é o destino convidado da BTL em 2019. É um destino muito querido para nós, é um destino que foi convidado em 2010 e que repete agora em 2019”, disse Fátima Vila Maior, em Ponta Delgada, no âmbito do 44.º Congresso da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que decorre nos Açores.

A responsável lembrou que em 2019, “desde logo e pela primeira vez desde 2012”, a Feira volta também “a ter os quatro pavilhões totalmente ocupados”, “o que é muito importante” para a organização da feira “e boas notícias para o sector”: “Por outro lado, este ano temos um novo logótipo, mais moderno, mais contemporâneo, e para de alguma forma passarmos a mensagem do futuro do turismo, mais para a frente, mais com o ADN da nossa feira para o sector”, acrescentou.

Em 18 de Setembro, Fátima Vila Maior já tinha afirmado que havia um conjunto de alterações que se estava a fazer na BTL que “vão ter impacto nos próximos anos”, sendo a do número de pavilhões uma dela.

Assim, de acordo com a directora, o primeiro pavilhão será dedicado ao destino turístico nacional, no segundo ficarão as câmaras municipais – uma área que a Bolsa de Turismo de Lisnoa pretende desenvolver e que “vai ser das áreas mais interessantes” -, e a gastronomia.

No pavilhão três caberá a hotelaria, no meio deste a ‘BTL Lab’, que começou já na anterior edição e que tem a ver com novos formatos do Turismo, e ainda os ‘hosted buyers’ (que apoiam a vinda de compradores internacionais, como é o caso da TAP). No pavilhão quatro vão ficar os destinos internacionais e as agências de viagens.

Sobre novos países a participarem na feira, a directora do evento referiu, na altura, estarem “em negociações com destinos novos”, mas só avançou com a divulgação de um deles, por já estar assinado: as Seychelles.

“É um destino que mostra que se está a olhar para os portugueses como um mercado que já saiu da crise”, afirmou.

A Bolsa de Turismo de Lisboa de 2019 “vai ter um salto quantitativo e qualitativo muito interessante”, reforçou a directora da feira, acrescentando que a grande aposta vai ser “no ‘BTL Lab'” e na continuação de outras iniciativas como o Fórum de Empregabilidade, que teve muito sucesso”.

A edição de 2019 decorrerá entre 13 e 17 de Março, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.