De fora da AFC, Benfica vai repensar envolvimento no futebol de Macau

Fotografia: O nome do Benfica, há um ano, no sorteio da AFC. Uma imagem que não se repetiu esta tarde, em Kuala Lumpur.

Encantou a Ásia na derradeira edição da Taça da Confederação Asiática, mas este ano não conseguiu obter a necessária licença para disputar a competição. O Sport Lisboa e Benfica de Macau queixa-se de falta de apoio da parte da Associação de Futebol de Macau. Duarte Alves diz que está cansado “de remar contra a maré” e diz que o clube vai ponderar a forma como se envolve na prática desportiva em Macau.

O Sport Lisboa e Benfica de Macau, vencedor das cinco últimas edições da Liga de Elite, vai reponderar o envolvimento e a aposta que fez no desenvolvimento do futebol do território ao longo das últimas temporadas , depois de não ter conseguido garantir a participação na edição de 2019 da Taça AFC.

O sorteio para a competição foi esta tarde realizado em Kuala Lumpur, sem que qualquer formação do território pontificasse no lote das equipas que vão disputar o play-off de apuramento para a fase de grupos da competição. O grupo I da prova volta a estar consignado a formações da Ásia Oriental, mas Macau foi substituído por Hong Kong no leque dos países e territórios com acesso directo à competição.

Duarte Alves, director desportivo dos pentacampeões de futebol de Macau, assegura que não é por falta de vontade que o Benfica não vai disputar a segunda principal competição de clubes da Confederação Asiática de Futebol (AFC). O dirigente explica que a equipa não conseguiu garantir a licença necessária para disputar a prova e aponta o dedo à Associação de Futebol de Macau por não ter facultado o apoio necessário à obtenção do documento: “Em Macau, as competições internacionais são disputadas em condições particulares quando comparadas com outros países e territórios, antes de mais porque nenhum clube tem o seu próprio recinto”, lembra Duarte Alves. “Na última temporada, quando os jogos foram disputados em Macau, o pedido para a utilização do campo foi feito pela Associação de Futebol de Macau ao Instituto do Desporto. A Associação apoiou-nos tanto na comunicação com as autoridades de Macau, como com a Confederação Asiática de Futebol. Este ano, infelizmente, esse apoio não chegou”, lamenta o director desportivo do Sport Lisboa e Benfica de Macau.

“O acesso às competições continentais é intermediado pelas federações nacionais. No caso de Macau é feito através da Associação de Futebol de Macau e o Benfica, apesar de ter demonstrado interesse em disputar a competição, não conseguiu a licença internacional necessária”, explicou Duarte Alves.

O jovem director desportivo das águias do território não esconde a desilusão e diz que a ausência do emblema encarnado das competições continentais coloca em causa o posicionamento do clube em relação ao futebol do território: “É provável que o Benfica repense o seu envolvimento no futebol de Macau. Se a Associação não partilha da nossa visão para o desenvolvimento do desporto em Macau e não nos faz chegar o seu apoio, não vamos remar mais contra a maré”, admite Duarte Alves.

Em declarações ao Expediente Sínico, o dirigente encarnado explica que a participação do Benfica na edição de 2019 da Liga de Elite não está em risco, mas admite uma mudança de atitude perante a competição: “Vamos tentar estar presentes, mas vamos ter que repensar o nosso envolvimento, sobretudo a nível orçamental”, revelou Duarte Alves. “Não sei até que ponto é que o nosso investimento vai ser feito nos mesmos termos. De que é que vale trazer Macau jogadores profissionais e treinadores com licenças profissionais da UEFA se depois estamos a preparar jogadores a que não podemos dar oportunidades?”, questiona o dirigente.

Para além do Benfica, também o segundo classificado da última edição da Liga de Elite, o Chao Pak Kei, tentou obter, sem sucesso, a licença da Confederação Asiática de Futebol, tendo em vista a participação na Taça AFC.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.