Taiwan renova Museu Nacional do Palácio

As autoridades formosinas vão investir 304 milhões de euros entre 2020 e 2030 na renovação integral do Museu Nacional do Palácio. O espaço museológico, que abriga os principais tesouros artísticos dos imperadores chineses, vai continuar de portas abertas nas instalações que possui no sul da ilha.

O Museu Nacional do Palácio de Taipé, que abriga os tesouros artísticos imperiais chineses, vai ser renovado entre 2020 e 2023, num investimento de cerca de 304 milhões de euros, anunciaram esta terça-feira as autoridades de Taiwan.

A renovação para transformar o Museu numa atração turística mundial vai ser total e algumas das obras vão ser transferidas para a sua sede no sul da ilha, indicou em comunicado a porta-voz do Governo, Kolas Yotaka.

“O Museu Nacional do Palácio não será fechado ao público e a sua sede no sul vai continuar a expandir e a enriquecer a exposição”, disse. Taiwan prevê que o plano integral de renovação custe perto de 304 milhões de euros, de acordo com o mesmo comunicado.

“Estima-se que o número de turistas que visitaram o museu de 2008 a 2014 foi de 26,7 milhões. Em 2020, em conjugação com os Jogos Olímpicos de Tóquio, poderemos atingir cerca de 5,4 milhões de visitantes e em 2024 os seis milhões”, apontou Yotaka.

O Museu Nacional do Palácio de Taipé abriga uma colecção permanente de mais de 697.490 peças de arte, incluindo os principais tesouros artísticos dos imperadores chineses.

A maioria das peças foi levada da Cidade Proibida de Pequim para Taiwan pelo governo do general Chiang Kai-shek, quando as tropas nacionalistas se refugiaram na ilha, após terem sido derrotadas pelas forças comunistas lideradas por Mao Zedong em 1949.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.