Festival de Luz regressa em Dezembro com música e gastronomia

A criação de um novo mercado nocturno, que deverá receber concertos ao fim-de-semana, é uma das novidades da edição de 2018 do Festival de Luz, certame que decorre entre 2 a 31 de Dezembro. Os espectáculos de “vídeo mapping” vão ficar a cargo de empresas de Macau, de Portugal e da Bélgica.

Instalações luminosas, espectáculos de ‘vídeo mapping’ e jogos interactivos regressam em Dezembro a Macau no âmbito do Festival de Luz, que adiciona este ano ao programa eventos de música e gastronomia, foi esta segunda-feira anunciado.

O festival, que vai decorrer de 2 a 31 de Dezembro, “combina gastronomia, humanidade, arquitectura, cultura e criatividade (…) demonstrando a essência da fusão das culturas chinesa e ocidental da cidade”, descreve um comunicado da Direcção dos Serviços de Turismo.

Em conferência de imprensa, a directora dos Serviços de Turismo (DST), Maria Helena de Senna Fernandes, sublinhou que o programa do evento tem sido optimizado todos os anos “em apoio à construção de Macau como um Centro Mundial de Turismo e Lazer”.

Assim, para a quarta edição, a entidade organizadora “concebeu uma série de novos elementos”, nomeadamente um mercado nocturno que será palco, durante os fins de semana de concertos ao ar livre.

Para os espectáculos de ‘vídeo mapping’, que consistem na projecção de vídeo em objectos ou superfícies irregulares, foram convidadas equipas locais de produção de efeitos de luz, mas também de Portugal e da Bélgica, de acordo com a mesma nota.

O objectivo é, segundo a responsável, contribuir para “uma plataforma de intercâmbio cultural e criativo entre artistas estrangeiros e locais” e, assim, internacionalizar o festival.

 

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.