Jogo. Judiciária desmantelou rede local de agiotagem

A organização era liderada por um residente local, de 40 anos. O grupo terá emprestado ao longo dos últimos dois anos mais de 60 milhões de dólares de Hong Kong a apostadores do Continente, num esquema que envolvia, no seu auge, mais de meia centena de membros.

A Polícia Judiciária desmantelou uma rede local de agiotagem, numa operação que resultou na detenção de 34 pessoas. Os suspeitos terão emprestado mais de 60 milhões de dólares de Hong Kong a apostadores do Continente, a quem exigiam depois o pagamento do montante e dos respectivos juros.

Entre os detidos, e de acordo com a emissora em língua chinesa da Rádio Macau, está o cabecilha do grupo, um residente de Macau de 40 anos de idade. Detidas foram ainda a esposa e uma irmã do cérebro das operações e um funcionário de uma operadora de jogo que angariava potenciais clientes no casino onde trabalhava.

A polícia de investigação do território, noticiou a Ou Mun Tin Toi, já tinha detido alguns dos membros da organização criminosa em Março do ano passado e encontrava-se desde então a investigar as ramificações da rede. No âmbito da operação, a PJ apreendeu mais de 1,7 milhões de dólares de Hong Kong, bem como dezenas de notas promissoras. As forças de segurança acreditam que a organização criminosa estava activa desde há dois anos. No auge das operações, contaria com cerca de meia centena de membros.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.