Universidade de Macau vai lançar nova plataforma de tradução português/chinês

A versão experimental da plataforma deve estar disponível até ao final do ano, anunciou ontem a Universidade de Macau até ao final do ano. A instituição de ensino superior tem vindo a colaborar com universidades de Portugal, do Brasil e da República Popular da China tendo em vista a construção do novo sistema de tradução automática.

A Universidade de Macau (UM) espera lançar, até ao final do ano, uma “plataforma inovadora” de tradução chinês/português, com a qual pretende impulsionar a interacção comercial entre a República Popular da China e os países de língua portuguesa.

Em comunicado, a instituição afirmou já ter concluído as fases de desenvolvimento e teste desta plataforma de “próxima geração”, cuja versão experimental deverá estar disponível ainda este ano.

“Com a implementação da iniciativa ‘Uma Faixa, Uma Rota’, a interação comercial e cultural entre a China e os países lusófonos tornou-se mais frequente, o que gerou uma crescente procura por sistemas de tradução automática de alta qualidade”, sublinhou na quinta-feira a Universidade de Macau.

Para aproveitar a “geografia única” de Macau e a “oferta abundante de profissionais linguísticos”, a Universidade de Macau tem colaborado com universidades de Portugal, do Brasil e da República Popular da China para “aprofundar a investigação científica e transformar os resultados da investigação em produtos comercializáveis para os chineses”, lê-se na mesma nota.

Anunciada pelo Presidente chinês, Xi Jinping, a iniciativa “Faixa económica da rota da seda e a Rota da seda marítima do século XXI”, mais conhecida como “Uma Faixa, Uma Rota”, está avaliada em 900 mil milhões de dólares e visa reactivar as antigas vias comerciais entre a China e a Europa através da Ásia Central, África e Sudeste Asiático.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.