Governo australiano trata “com cuidado” relacionamento com Pequim

O Chefe do Governo de Camberra admitiu, numa entrevista concedida a uma rádio australiana, que os dois países se mantêm distantes. Scott Morrison foi mais longe e disse que apesar das relações económicas com Pequim se manterem importantes, Austrália e China não partilham os mesmo valores e princípios.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, disse esta quinta-feira que o relacionamento de Camberra com a República Popular da China é importante e tratado “com cuidado”, embora tenha admitido que as duas nações se mantêm distantes.

“A realidade é que temos relações comerciais muito construtivas com a China, [mas] não partilhamos os mesmos valores e princípios”, afirmou Scott Morrison à estação de rádio australiana 3AW.

A República Popular da China é o principal parceiro comercial da Austrália, mas as relações bilaterais têm estado tensas nos últimos meses devido às suspeitas de que Pequim interferiu na política interna de Camberra.

Em relação às diferenças comerciais e à crescente tensão entre os Estados Unidos e a China, Morrison destacou o papel da Austrália na aproximação entre as duas nações: “O nosso papel é fechar a lacuna” entre essas duas potências, argumentou Morrison. “Nós partilhamos valores e mantemos uma aliança profunda com os Estados Unidos da América e temos uma aliança estratégica com a China”, afirmou.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.