China detecta sexto surto de febre suína desde Agosto

O novo foco da doença foi detectado numa exploração agrícola da cidade de Dalian, onde a doença vitimou pelos menos 11 animais e vitimou 20 outros. Desde que a doença foi detectada em Agosto, as autoridades chinesas já ordenaram o abate de mais de 24 mil porcos para evitar a propagação da patologia.

As autoridades chinesas detectaram um novo surto de peste suína, o sexto desde Agosto passado, na província de Liaoning, no nordeste do país, informou esta quinta-feira o ministério chinês de Agricultura e Assuntos Rurais.

O surto matou 11 porcos e infectou pelo menos outros 20, entre mais de 1.300 porcos criados numa fazenda na cidade de Dalian, de acordo com um comunicado do Ministério, citado pela agência noticiosa oficial Xinhua.

As autoridades locais iniciaram um mecanismo de emergência, visando isolar, abater ou desinfetar os porcos. O Ministério afirma, no entanto, que o surto está “sob controlo”.

Mais de 24 mil porcos foram abatidos em quatro províncias do país, num esforço para travar a doença desde que o primeiro surto foi detectado no início de Agosto no nordeste da República Popular da China.

A doença afecta porcos e javalis, mas não é transmissível aos seres humanos. No entanto, coloca em risco o mercado chinês, que produz anualmente 600 milhões de porcos. A carne daquele animal é parte essencial da cozinha chinesa, compondo 60 por cento do total do consumo de proteína animal no país.

A flutuação do preço daquela carne é sensível no Continente e o Governo guarda uma grande quantidade congelada para colocar no mercado quando os preços sobem.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.