Ensino Superior. Dirigentes chineses e lusófonos discutem formação de quadros bilíngues

A primeira edição do Fórum de Reitores das Instituições do Ensino Superior da China e dos Países de Língua Portuguesa decorre a 26 e 27 de Outubro. O certame, que vai debater a fase de formação de quadros bilíngues de chinês e português, é organizada pelo GAES, pela Universidade de Macau e pela Universidade de São José.

Dirigentes do ensino superior da República Popular da China, de Hong Kong, de Macau e de vários países lusófonos debatem em Macau a 26 e 27 de Outubro a base de formação de quadros bilingues de chinês e português, anunciou esta segunda-feira a organização.

Esta é a primeira edição do Fórum dos Reitores das Instituições do Ensino Superior da China e dos Países de Língua Portuguesa, num evento promovido pelo Gabinete de Apoio ao Ensino Superior de Macau, a Universidade de Macau e a Universidade de São José.

A organização espera também “que a actividade permita que os participantes realizem uma exploração mais profunda sobre o rumo da futura cooperação entre as instituições do ensino superior (…), reforçando a comunicação e o intercâmbio”.

O primeiro dia do Fórum tem lugar na Universidade de Macau, no qual serão discutidos os temas “O papel de ‘Uma Faixa, Uma Rota’ para os países de língua portuguesa” e o “Desenvolvimento e oportunidades do ensino superior da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”.

A Grande Baía é um projecto que visa criar uma metrópole mundial a partir dos territórios de Hong Kong, Macau e nove localidades da província chinesa de Guangdong: Cantão, Shenzhen, Zhuhai, Foshan, Huizhou, Dongguan, Zhongshan, Jiangmen e Zhaoqing.

No mesmo dia realiza-se em simultâneo uma reunião conjunta sobre a cooperação entre a província chinesa de Jiangsu e as universidades de Macau e dos países lusófonos. No último dia, a 27 de Outubro, o fórum tem lugar no Auditório Centenário de Fátima, da Universidade de São José. No último dia serão discutidos os temas “Indústrias Criativas e Tolerância Cultural; Harmonia sem Uniformidade – Diálogo Cultural e Resolução de Conflitos”.

À tarde realiza-se a “Cimeira de Reitores” para se debater o intercâmbio de estudantes, docentes e investigadores das instituições do ensino superior da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau e os países de língua portuguesa, bem como a cooperação da investigação científica e inovação destas instituições e outros temas relacionados.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.