Pequim refuta acusações de Mike Pence

As autoridades chinesas acusam o vice-presidente dos Estados Unidos da América de difamarem a China e de procurarem colocar em causa intencionalmente as relações sino-americanas. Durante uma intervenção no Hudson Institute, Mike Pence acusou Pequim de estar a trabalhar com o objectivo de afastar Donald Trump da presidência.

A República Popular da China criticou esta sexta-feira as acusações do vice-presidente dos Estados Unidos da América, Mike Pence, de que Pequim interferiu nas eleições norte-americanas e que pretende afastar o Presidente Donald Trump.

“Apelamos aos Estados Unidos que parem com os seus delitos, parem de culpar e difamar a China e prejudicar os interesses da China e as relações sino-americanas”, disse a directora adjunta do Departamento de Informações do ministério dos Negócios Estrangeiros da China.

O vice-Presidente dos EUA, Mike Pence, emitiu na quinta-feira as mais graves acusações da actual administração da Casa Branca contra Pequim, ao acusar as autoridades chinesas de regressão das liberdades, “agressão” e “ingerência política” para afastar o Presidente Donald Trump.

O número dois do Governo dos Estados Unidos retomou no seu discurso das acusações emitidas nas últimas semanas por diversos membros da administração, em particular por Donald Trump no seu discurso da semana passada no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas. E confirmou uma ofensiva generalizada contra Pequim em plena guerra comercial.

“A China desencadeou um esforço sem precedentes para influenciar a opinião pública americana, as eleições” legislativas de Novembro, “e o ambiente que vai conduzir à eleição presidencial de 2020”, denunciou perante o Hudson Institute, um círculo de reflexão conservador de Washington: “A China imiscui-se na democracia americana” e, “para dizer as coisas de forma abrupta, a liderança do Presidente Trump funciona: a China pretende um Presidente americano diferente”, argumentou.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.