Malásia. Rosmah Mansor acusada de lavagem de dinheiro

A esposa do antigo primeiro-ministro Najib Razak foi acusada por um tribunal de Kuala Lumpur de 17 crimes de lavagem de dinheiro, dos quais se diz inocente. O marido é suspeito de transferir 681 milhões de dólares do fundo de investimento público 1MDB directamente para a sua conta pessoal.

A mulher do antigo primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, foi esta quinta-feira formalmente acusada de lavagem de dinheiro, num caso de corrupção que envolve um fundo de investimento público e já levou à detenção do marido.

Rosmah Mansor declarou-se inocente das 17 acusações de lavagem de dinheiro feitas pelo tribunal.

O antigo primeiro-ministro malaio saiu na sexta-feira em liberdade condicional, depois de ter sido detido a 19 de Setembro no âmbito da investigação sobre o escândalo financeiro do fundo de investimento público 1MDB e a alegada transferência de 681 milhões de dólares – 581,6 milhões de euros – para a sua conta pessoal.

Nessa altura, declarou-se inocente em todas as 25 acusações, quatro por corrupção e 21 por branqueamento. Najib regressa esta quinta-feira a tribunal, numa sessão em que deverão ser apresentadas novas acusações, que se vão somar às 32 que o ex-responsável já acumulou no caso do 1MDB.

O antigo chefe do Governo da Malásia foi presidente daquele fundo entre 2009, ano em que foi criado, e 2016. O escândalo e as suspeitas de desvio de grandes somas daquele fundo de investimento pelo ex-primeiro-ministro e aliados desempenharam um papel-chave na derrota nas eleições de Maio da coligação dirigida por Najib face à aliança do primeiro-ministro Mahathir Mohamad.

O novo Governo anunciou que pretendia recuperar os montantes desviados do 1MDB para promover o desenvolvimento económico do país. O Departamento de Justiça norte-americano, que procura recuperar bens adquiridos ilegalmente, calcula que 4,5 mil milhões de dólares (3,8 mil milhões de euros) foram desviados daquele fundo.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.