Dengue. Três casos locais em dois dias

A detecção de três casos de febre de dengue em apenas dois dias está a deixar alarmadas as autoridades sanitárias do território. A doença foi diagnosticada em três elementos do mesmo agregado familiar que não se ausentaram do território e que vivem nas imediações do principal ex-líbris turístico de Macau, as ruínas de São Paulo.

A Direcção dos Serviços de Saúde anunciou este sábado que foram detectados três casos locais da febre de dengue, todos no seio da mesma família. O organismo admitiu que outros possam surgir, apelando aos residentes que adoptem medidas de prevenção.

“Não podemos excluir a possibilidade da propagação da febre de dengue”, disse esta manhã o coordenador do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças, Lam Chong.

De acordo com os Serviços de Saúde, os primeiros sintomas – febre, dores articulares e de cabeça – surgiram no dia 24 de Setembro a um homem de 65 anos que vive perto das famosas Ruínas de São Paulo, ex-líbris que é visitado todos os dias por milhares de turistas.

Na quarta-feira, o doente apresentou erupções cutâneas por todo o corpo e recorreu ao hospital, sendo internado para receber tratamentos médicos. Na sexta-feira foi confirmado o resultado positivo do teste ao tipo III do vírus da febre de dengue.

Hoje, Lam Chong anunciou que foi também diagnosticado febre de dengue ao filho e ao neto do homem de 65 anos, vivem na mesma casa. De acordo com as autoridades, tratam-se de casos locais e não importados, já que os pacientes negaram terem viajado nos 14 dias anteriores à manifestação dos sintomas da doença.

A Direcção dos Serviços de Saúde e o Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais (IACM) vão reforçar os trabalhos de eliminação dos mosquitos e de verificação de fontes de proliferação nos referidos locais e apelaram à colaboração dos residentes da zona para que adoptem medidas anti-mosquito.

As autoridades de Macau, juntamente com cerca de duas dezenas de voluntários, participaram esta manhã numa acção de rua com o objectivo de apelar aos residentes para que adoptem medidas de prevenção e para travarem a proliferação dos mosquitos que transmitem a doença, estando previstas mais acções em estaleiros de obras e terrenos particulares, jardins ou parques públicos.

Hotéis e templos do território vão também ser alvo de inspecções periódicas, explicaram as autoridades.

A dengue é uma doença viral transmitida pelos mosquitos Aedes e é geralmente acompanhada por sintomas como dor de cabeça, febre, exaustão, dores musculares e articulares severas, glândulas inchadas, vómitos e erupções cutâneas.

Em 2017, foram registados em Macau pelo menos 16 casos de febre de dengue, sendo que este ano já foram diagnosticados quatro casos locais.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.