Micronésia. Amaragem no Pacífico com final feliz

Um avião da Air Niugini, companhia aérea de bandeira da Papua-Nova Guiné, amarou nas imediações da pista do aeroporto da ilhas Chuuk, na Micronésia. A ocorrência terminou com o resgate de passageiros e membros da tripulação. Há registo de sete feridos, um dos quais em estado crítico.

Mais de três dezenas de passageiros e sete tripulantes sobreviveram esta sexta-feira a uma amaragem de um avião da Air Niugini numa lagoa do Pacífico, no arquipélago da Micronésia. Os sobreviventes foram resgatados pelas tripulações dos barcos que ocorreram ao local.

O avião da Air Niugini amarou nas imediações da pista de um aeroporto quando tentava aterrar nas ilhas Chuuk, de acordo com a companhia aérea da Papua-Nova Guiné.

Sete pessoas foram levadas para um hospital, segundo as autoridades, incluindo uma que se encontra em condição crítica, mas estável: “É uma sorte que não tenhamos tido mortes”, disse Glenn Harris, inspector de segurança do Governo dos Estados Federados da Micronésia, uma nação insular da Oceania.

Harris disse que o avião partiu da ilha de Pohnpei, na Micronésia, indicando que pelo menos 30 passageiros e dez tripulantes estavam a bordo.

As ilhas Chuuk são conhecidas a nível mundial pelos seus locais de mergulho, onde podem ser encontrados vários navios afundados, meia centena deles durante a Segunda Guerra Mundial.

Glenn Harris disse que não sabe o que obrigou à amaragem ou se os pilotos alertaram o controlo de tráfego aéreo sobre qualquer problema, mas adiantou que uma equipa estará no local no sábado para investigar as causas do incidente.

A companhia aérea informou num breve comunicado que todas as pessoas que se encontravam a bordo do Boeing 737 conseguiram ser retiradas em segurança.

A Air Niugini é a companhia aérea nacional de Papua-Nova Guiné e opera desde 1973. A frota inclui jatos Boeing 767 e 737 para rotas internacionais, de acordo com a companhia aérea, bem como aeronaves Fokker F-100, Q400 e Dash 8 para destinos regionais.

A rede da Air Niugini está concentrada nas rotas domésticas que ligam a capital, Port Moresby, com pontos isolados no arquipélago de Papua Nova Guiné. Chuuk está entre as suas rotas internacionais mais curtas, sendo que também voa para Tóquio e Hong Kong.

A Micronésia, localizada no norte da Austrália e a leste das Filipinas, abriga pouco mais de 100 mil pessoas.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.