Hóquei em Patins. Segundo lugar no Asiático para Macau

 

Depois de ter empatado frente ao Japão e frente à Austrália, Macau necessitava de um milagre para renovar o título de campeão asiático. Apesar de ter derrotado a Índia, o milagre não se materializou e a Austrália garantiu o seu primeiro título asiático. Hélder Ricardo sagrou-se melhor marcador, com 38 golos.

A selecção de hóquei em patins de Macau viu fugir esta quinta-feira o título asiático da modalidade, não obstante ter goleado a selecção indiano por 8 – 4 no último encontro disputado na cidade sul-coreana de Namwon, localidade que serviu de palco à edição de 2018 dos Jogos Asiáticos sobre Patins.

Para além de derrotar a Índia, o grupo de trabalho orientado por Alberto Lisboa teria de esperar que a Nova Zelândia derrotasse a Austrália para que a revalidação do título fosse possível. O embate entre as duas formações insulares terminou com um triunfo da Austrália por 5-1, resultado que garantiu à formação australiana o seu primeiro título asiático.

Com a vitória a revelar-se imperiosa frente à Índia, Macau não comprometeu: Hélder Alhada marcou por quatro ocasiões e Nuno Antunes celebrou por duas vezes. Os restantes golos do colectivo do território foram apontados por Alberto Lisboa e por Alfredo Almeida.

Apesar de não ter conseguido renovar o título, a selecção de hóquei sobre rodas de Macau não perdeu qualquer encontro na Coreia do Sul, tendo empatado de facto com o Japão e a Austrália, mas triunfado frente a ambas as equipas no desempate pelo expediente dos livres directos.

Hélder Alhada, com 38 golos, sagrou-se o melhor marcador da competição com 20 golos de vantagem sobre o segundo artilheiro mais profícuo. Sem o “caneco”, mas com a noção de dever cumprido, a selecção regressa ao território ao final da tarde desta sexta-feira.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.