China. Nove mortos e 45 feridos em atropelamento na cidade de Hengyang

As autoridades chinesas consideram que a investida se tratou de um acto deliberado. O condutor, um homem de 54 anos, foi detido pelas forças de segurança do Continente depois de ter entrado com o automóvel pela praça Binjiang, uma das mais movimentadas da cidade.

Pelo menos nove pessoas morreram e 43 ficaram feridas num atropelamento, aparentemente intencional, ocorrido esta quarta-feira numa praça movimentada da cidade chinesa de Hengyang, no centro da República Popular da China, noticiaram meios locais.

O condutor, um homem de 54 anos, foi detido pela polícia depois de ter entrado com o seu automóvel pela praça Binjiang.

O homem também poderá ter atacado algumas das vítimas com uma arma branca, já que alguns meios de comunicação locais relatam que algumas pessoas apresentavam ferimentos de punhaladas.

As autoridades locais consideraram, num comunicado, que se tratou de um “acto deliberado” e com a intenção de causar danos máximos, mas não referiram estar em causa um ataque terrorista.

Yang teria antecedentes criminais por delitos relacionados com drogas e fogo posto, de acordo com um comunicado do governo local, que referiu que a polícia prossegue as investigações e os feridos foram investigados.

Imagens de vídeo captadas por testemunhas mostram dezenas de pessoas a correr, em pânico, a fugir da praça, e pessoas feridas no chão e outras a tentar ajudá-las.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.