Instituto Cultural publica livro de António Pedro Pires sobre Ano Novo Lunar

A obra foca-se em três temas e analisa a influência que as religiões chinesas têm sobre os rituais que antecedem a festa. O autor analisa a forma como está estruturado o calendário lunar, as celebrações associadas à festividade e ainda a culinária associada à quadra.

O Instituto Cultural anunciou esta quinta-feira que vai publicar um livro de António Pedro Pires sobre o Ano Novo Chinês, festividade chinesa responsável pela maior migração humana registada anualmente no planeta.
De acordo com Instituto Cultural de Macau, o livro “Festividade do Ano Novo Lunar em Macau’ foca-se em três temas principais: calendário lunar, celebração do Ano Novo Lunar e culinária.
“O autor analisa a marcha da humanidade desde a tomada de consciência do tempo e da sua medição até à invenção do calendário e ao aparecimento dos relógios”, pode ler-se no comunicado divulgado pelo organismo.
António Pedro Pires procura explicar o papel que as religiões chinesas (taoismo, budismo, confucionismo e culto dos antepassados) têm nos rituais que antecedem a festa.
Por fim, “a veneração dos antepassados”, através da culinária e da “preparação do jantar-reunião de família” é também retratado nesta publicação.
O Ano Novo Chinês, também conhecido como Festival da Primavera, é uma tradição com mais de 2.000 anos na China e é a principal festa de reunião das famílias chinesas, que leva milhões de pessoas a percorrerem centenas e até milhares de quilómetros até à terra natal naquele que é o maior movimento migratório do mundo.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.