Cidade japonesa nega que esteja a recrutar ninjas

Uma centena e meia de pessoas de todo o mundo ofereceram-se para assumir funções de combate na cidade japonesa de Iga, depois de se ter espalhado a informação de que a autarquia local estaria a recrutar ninjas. A informação já foi despedida pela edilidade.

Uma cidade do centro do Japão teve que desmentir as informações que davam conta de que estaria a recrutar ninjas. A informação levou mais de uma centena de pessoas a oferecer-se para assumir funções de combate.

Trata-se da cidade de Iga. A localidade foi mencionada numa reportagem divulgada pela emissora de rádio americana NPR, na qual falava sobre as intenções das autoridades de criar um museu para prestar homenagem aos ninja.

A reportagem assinalava os problemas das autoridades em recrutar funcionários para esse museu, incluindo pessoas que actuassem como ninjas para o público visitante.

Diversas versões reproduzidas posteriormente deram a entender que as autoridades de Iga estavam supostamente à procura de ninjas e não de pessoas que actuassem como tal. A informação colocada a correr dava conta de que a autarquia estaria disponível para pagar salários de até 85.000 dólares por ano.

Uma fonte da Câmara de Iga disse à agência noticiosa Efe que até terça-feira 115 pessoas se puseram em contacto com a cidade, por e-mail ou por telefone, para se candidatar à suposta procura de ninjas.

Entre os candidatos há dezasseis pessoas que residem em Espanha, uma no México e outra no Brasil: “Já lhes vou responder que não estamos à procura de ninjas, mas vamos demorar muito a responder a todos”, acrescentou a fonte. “Como é possível que pensem que se possa pagar tanto? A verdade é que fiquei muito surpreendido”, acrescentou a fonte contactada pela agência noticiosa espanhola.

Perante tal número de solicitações, a Câmara de Iga teve que colocar um aviso no seu portal electrónico sobre as “notícias falsas”, embora reitere que a cidade pode ser considerada como o lugar de nascimento dos ninja.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.