Mundial 2018. A águia bicéfala albanesa (também) voou em Macau

Macau acolheu na semana passada uma mostra de gastronomia albanesa, numa iniciativa que trouxe ao território o chefe Bledar Kola, responsável pela cozinha do restaurante Mullixhiu. O sucesso do certame foi celebrado pelos organizadores com a “kuqezi”, o gesto que os suiços de origem kosovar Xherdan Shaqiri e Granit Xhaqa fizeram depois de terem marcado contra a Sérvia.

Kaliningrado, 22 de Junho. Sérvia e Suiça esgrimem argumentos num desafio a contar para o Grupo E da fase regular do Campeonato do Mundo de Futebol. Aparentemente inóqua, a partida quase coloca os Balcãs de novo em pé de guerra, depois dos marcadores dos golos com que o onze helvético derrotou o sérvio terem celebrado com aquele que é, para Belgrado, o mais insidioso dos símbolos: a águia bicéfala albanesa.

Com sangue kosovar, Xherdan Shaqiri e Granit Xhaqa elevaram o estatuto da partida a um nível inesperadamente político, ao recriarem com as mãos a àguia que adorna a bandeira albanesa, um gesto que é visto como símbolo da Grande Albânia irredenta, o projecto político que prevê a reunião do povo albanês sob uma única entidade política. Dias depois da Suiça ter vencido a Sérvia por 2-1 – e da FIFA ter dado um puxão de orelhas a Xhaqa e a Shaqiri – a águia bicéfala albanesa voou também em Macau. Na semana passada, o território acolheu um evento promocional em que a gastronomia albanesa esteve em destaque. Organizado por Herris Kocibelli, empresário albanês com ligações ao território, o certame trouxe até à RAEM Bledar Kola, um dos mais badalados chefs albaneses da actualidade. Kola é o responsável pela cozinha do Mullixhiu, o mais conceituado restaurante da capital albanesa, Tirana.

Os organizadores da iniciativa celebraram o sucesso da mostra gastronomica com a recriação da “kuqezi”, a águia bicéfala da bandeira albanesa, como mostra uma fotografia publicada na rede social Twitter.

1 Comment

  1. Why does the Albanian sign of the eagle has to be represented as something that upsets certain people? I wish the media will stop with this non sense because it doesn’t serve anyone for anything but the people who complain the most about it. Making the eagle sign, is not illegal (it’s not a nazi salute), perhaps the Swiss should stop ringing the cowbells when celebrating as it might upset PETA and lactose intolerant people. Grow up people and find something more important to fill your news feeds with.

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.