Mundial 2018. França eliminou Argentina numa tarde mágica de Mbappé

A França foi a primeira formação a garantir a passagem aos quartos de final do Campeonato do Mundo de Futebol, ao derrotar a Argentina por 4-3, num desafio em que Kylian Mbappé esteve em evidência. O atleta do Paris Saint Germain marcou dois dos quatro golos com que a selecção gaulesa derrotou a argentina.

O avançado Kylian Mbappé, com dois golos, deu este sábado o apuramento à França para os quartos de final do Mundial2018 de futebol, ao liderar a formação gaulesa num triuunfo por 4-3 sobre uma Argentina combativa, mas que sai do torneio nos ‘oitavos’.

Num grande jogo de futebol, a França tornou-se na primeira equipa a qualificação para os quartos de final na Rússia, graças, em boa parte, à exibição de Mbappé, que ‘decidiu’ o encontro quando o desafio estava empatado a duas bolas.

O registo em Campeonatos do Mundo de Futebol ditava sempre o mesmo resultado: vitória da Argentina perante a França nos dois encontros anteriores, com a campeã mundial em 1978 e 1986 a apurar-se com dificuldades na fase de grupos, enquanto os franceses, vencedores em 1998, passaram em primeiro e sem derrotas na primeira fase.

Com uma entrada fulgurante, a formação de Didier Deschamps – que sábado fez o 80.º jogo como selecionador francês, o mais longo registo da história daquele país – podia ter feito o primeiro de livre, aos nove minutos, numa iniciativa de Antoine Griezmann em que a bola esbarrou com estrondo na trave.

Perante uma Argentina sem um ponta de lança fixo, sem Higuaín no ‘onze’, foi Griezmann, avançado do Atlético de Madrid que marcou, aos 13, o primeiro tenta da partida na conversão de uma grande penalidade cometida por Marcos Rojo, que ‘salvou’ a sua selecção na fase de grupos, sobre Kylian Mbappé.

Até aqui a realizar um torneio discreto, o ex-Benfica Angel Di María empatou o jogo aos 41 minutos, depois de a Argentina ter passado a controlar o encontro, num grande golo do extremo, que rematou de longe, sem hipóteses para Hugo Lloris.

Ao intervalo, Jorge Sampaoli lançou Fazio no lugar de Marcos Rojo e, pouco depois, viu a Argentina colocar-se na frente, com Gabriel Mercado a desviar um remate de Messi para o 2-1 aos 48 minutos.

A França não baixou os braços e, aos 57, o lateral Pavard igualou o encontro com outro grande ‘disparo’ de fora da área, com um remate cheio de efeito, na resposta a um cruzamento do outro lateral, Lucas Hernández.

Sete minutos depois, Mbappé, uma das figuras do encontro, consumou a segunda reviravolta no marcador, ao usar a velocidade para ultrapassar um defesa já na área, após novo cruzamento de Hernández, e fazer o 3-2.

O jovem avançado francês voltou a ‘brilhar’ aos 68 minutos, num lance de envolvimento coletivo francês desenhado por Griezmann, Kanté e Matuidi, assistência de Giroud e ‘bis’ de Mbappé, deixando a França mais perto dos ‘quartos’.

Perante uma equipa sem ideias, a equipa francesa foi controlando o jogo e só aos 85, num remate frouxo de Messi, os argentinos ‘incomodaram’ Lloris.

Aos 90+3, Aguero ainda deu uma réstia de esperança à Argentina, já numa fase de ‘desespero’, ao marcar o 4-3 de cabeça, após cruzamento de Lionel Messi, mas a França apurou-se mesmo para os quartos de final, onde vai defrontar a formação do Uruguai.

 

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.