Chui Sai On viaja amanhã para Guizhou

O chefe do Executivo inicia esta terça-feira uma deslocação de três duas à província continental de Guizhou, uma das mais pobres da China. Macau comprometeu-sea ajudar a erradicar a pobreza na região de Congjian, uma das mais pobres do país.

O chefe do Executivo, Fernando Chui Sai On, desloca-se entre amanhã e sexta-feira à província continental de Guizhou, uma das mais desfavorecidas da República Popular da China, no âmbito de uma campanha que visa erradicar a pobreza no Continente.

De acordo com um comunicado oficial, a iniciativa enquadra-se no plano do governo chinês para retirar da pobreza a população rural até 2020. O plano foi estabelecido em 2017 no 19.º congresso nacional do Partido Comunista.

Durante a visita às zonas mais desfavorecidas de Ghizhou, sobretudo à região de Congjian, serão assinados acordos de cooperação “em matéria de alívio de pobreza, educação, cuidados médicos, formação de recursos humanos, entre outros”, refere o comunicado.

A província de Guizhou, no sudeste da China, foi selecionada como um dos principais alvos das acções nacionais de combate à pobreza. A região de Congjian está classificada como um dos 14 focos de miséria na província, com mais de 72.000 pessoas afectadas – mais de 20 por cento da população – em finais de 2017.

A visita oficial à região foi antecipada numa conferência, realizada no sábado, durante a qual o chefe do Executivo e o responsável do conselho de Estado para o alívio da pobreza e desenvolvimento, Liu Yongfu, trocaram impressões sobre a participação de Macau nestes projectos.

Em Macau “não faltam recursos financeiros”, sublinhou Lin Yongfu, reconhecendo que o território pode ajudar no desenvolvimento e a transformar as zonas mais pobres da China.

Quanto ao plano estabelecido pelo Governo central até 2020, o responsável afirmou que a China vai lançar, muito em breve, as orientações sobre as acções para os próximos três anos de combate à pobreza.

Por sua vez, Fernando Chui Sai On lembrou que Macau e Guizhou “são regiões irmãs da zona do Pan-delta do Rio das Pérolas” e garantiu que o Governo está empenhado em apoiar os trabalhos de alívio da pobreza.

De acordo com um comunicado do Governo, após a visita à província, as actividades de redução da pobreza serão desenvolvidas em dois planos: o governamental e da sociedade civil.

A longo prazo, “o objectivo é auxiliar Conagjiang a reduzir os índices de pobreza e ajudar o distrito a encontrar a sua própria via para promover o desenvolvimento sustentado da economia”, lê-se no comunicado.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.