Jogo. Receitas das concessionárias subiram 28 por cento em Abril

No mês passado, as seis operadoras de jogo geraram receitas da ordem dos 25,728 mil milhões de patacas, um valor superior em 28 por cento ao registado no mesmo período do ano passado. Em relação ao mês de Março, registou-se uma queda de quase um por cento.

As operadoras de jogo do território encerraram o mês de Abril com receitas de 25,728 mil milhões de patacas, mais 27,6 por cento comparativamente a igual período de 2017, indicam dados oficiais esta terça-feira divulgados.

Em Abril do ano passado, as receitas dos casinos tinham sido de 20,162 mil milhões de patacas.

De acordo com a Direção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ), as receitas do mês de Abril registaram uma ligeira descida, inferior a um por cento, em relação ao mês anterior, Março, período no qual atingiram os 25,950 mil milhões de patacas.

As receitas brutas acumuladas nos quatro primeiros meses do ano totalizaram 120,239 mil milhões de patacas, o que representa um aumento de 22,2 por cento em relação a igual período do ano anterior.

Este montante representa quase metade do valor total registado em 2017, de 265,7 mil milhões de patacas.

A indústria de jogo, principal pilar da economia da Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China, começou a recuperar em Agosto de 2016, de um ciclo de 26 meses consecutivos de quedas anuais homólogas das receitas.

As receitas dos casinos de Macau vinham a cair há três anos consecutivos: -3,3 por cento, em 2016, -34,3 por cento em 2015 e -2,6 por cento em 2014.

Macau, capital mundial do jogo, é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Operam no território seis concessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada por Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco Resorts, Wynn e MGM.

Be the first to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published.


*


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.